domingo, 17 de junho de 2012

La tête en friche

Bonjour!

Já se passaram mais de seis meses que enviamos nosso dossier e até agora, nenhuma novidade sobre o processo de imigração.
Não há ainda nem previsão de quando será a próxima missão no Brasil, mas isso não me incomoda mais. Tenho aproveitado o "hoje" e passei daquela fase de viver completamente em função dos planos de um dia viver no Québec, sem gastar nada, lendo tudo e mais um pouco sobre o Québec e vivendo esperando o futuro chegar.
Resolvi aproveitar mais a vida, a família, os amigos e esperar com tranquilidade.
E assim, a espera se tornou mais leve.

BTW, ontem assisti "Minhas tardes com Marqueritte" e achei o filme encantador!

À la prochaine!

6 comentários:

  1. Eu tb sigo mais ou menos assim. Percebi que viver aki com a cabeça lá não dá certo, vai minando nossa energia e deixando nossos dias aqui menos agradáveis. Sendo assim o Québec não ocupa mais o primeiro lugar na minha lista de prioridades...
    Ah, e o filme é mesmo uma gracinha. Tb adorei!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Camila!
    Acho que todos os candidatos se privam muito das coisas enquanto esperam o grande dia.
    Eu resolvi aproveitar tudo que aqui tem de bom e que eu sei que sentirei falta quando estiver por lá.

    bisous

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carolina!

    Apesar de "já" estar na fase Federal do processo de imigração, estou na mesma vibe que você. Não adianta a gente paralisar a vida por aqui em função de uma vida nova que não sabemos quando vai começar. Eu estava daquele jeito: não comprava mais roupas nem sapatos, não comprava mais livros, tinha decidido não viajar esse ano... Chegou uma hora que não deu mais. Estou há 10 meses na fila e sei que ainda falta muito chão. Estou vivendo minha vida normalmente: estudando, saindo, gastando um pouquinho de dinheiro sim, (apesar de continuar fazendo poupança) e vou viajar nas minhas férias sim, senão eu fico louca.

    Tenha força e espere com tranquilidade que um dia esse processo acaba.

    Beijos,
    Lídia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lídia! É bem isso... já não deixo mais de sair para jantar, estou planejando uma viagem para o ano que vem, reformei meu quarto... e estou me sentindo muito mais feliz!
      Antes meu cabelo caía horrores, eu só tinha esse assunto, a espera era sofrida...
      A gente tem que saber dosar as coisas. Até porque, quando estivermos lá, sentiremos falta de muitas coisas daqui.

      Boa sorte para vcs na espera pelo combo! Estou na torcida!

      bisous

      Excluir
  4. Olá Carolina!

    Confeço que, nesse período de correria pra conseguir enviar meu dossiê, quase pirei viu?

    E larguei de mão essa coisa de viver pra esse projeto. Realmente foi necessário me limitar bastante pra chegar até aqui e me tornar elegível, mas agora que já enviei a documentação, dei uma "relaxada" de verdade.

    Temos que de vez enquando "massagear o ego" também pra poder ficar mais tranquilo, e claro, tocar a vida rumo a outros rumos também enquanto esse processo não vai pra lugar algum.

    Estamos agora juntos e no mesmo barco. Tudo é só questão de tempo para que tudo corra pra um final feliz!

    Vamos esperar, então!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mwu primeiro post na CBQ foi respondido por você. Eu tinha acabado de ir a uma palestra e estava com medo das futuras mudanças e aí corri para enviar o dossiê e dei sorte de ficar nas regras antigas. Mas neste tempo sempre fiquei torcedo por você e agora estou bem feliz por estarmos juntos neste barco!
      Vamos esperar neste ritmo: curtindo o que a vida tem de bom!

      À bientôt!

      Excluir