domingo, 23 de setembro de 2012

L'Arnacoeur

O inesperado aumento do tempo de espera para a entrevista  me deixou bem preguiçosa com o francês.
Confesso que antes eu era bem mais dedicada, sempre lia um livro, assistia 1h da programação da RDI por dia e não perdia um programa "L'Épicerie" sequer. Mas a entrevista foi ficando tão distante, que eu fui relaxando e nem um filmezinho por semana andei  vendo nos últimos meses.
Isso sem falar na preparação do dossier para a entrevista, que está abandonado desde março (já que as vagas ficariam obsoletas).

Mas agora a Perla tem dito nas palestras que os processos de 2011 serão finalizados até dezembro e isso me deu um frio na barriga, pois sei que preciso me preparar mais, com a mesma empolgação de antes.

Atualmente tenho tido apenas uma aula por semana na Aliança Francesa e isso é muito pouco.
Para mim foi e tem sido difícil manter o ritmo com esta espera tão longa, pois para não me angustiar, resolvi viver mais minha vida aqui, ao invés de ficar em stand by. Mas essa atitude tem esse lado péssimo, que é praticar menos o francês, já que dedico meu tempo livre a outras coisas. Só que praticar o francês é APENAS o mais importante de tudo neste processo!

Assistir filmes é uma maneira bem leve de estudar. Para mim funciona! E hoje vi um filme bem divertido, uma comédia romântica que garante boas risadas: L'Arnacoeur. E amanhã escolherei o próximo...


8 comentários:

  1. Essa novela chamada Processo de Imigração deixa a gente sem saber o que fazer né. Se a gente mergulha no francês (principalmente o francês quebeca) acaba ficando com a cabeça mais lá do que cá, o que não é nada bom pra quem ainda tá longe de poder arrumar as malas. Se a gente se distancia, começa a esquecer o francês, o que acaba sendo pior ainda.
    Dificil equilibrar as coisas né não?

    Mas se a sua maior preocupação no momento for a entrevista, fica tranquila. Com certeza seu nível de francês dá e sobra e os entrevistadores querem mais é confirmar teus documentos e nível de idioma do que qq outra coisa.
    Agora é torcer pras coisas começarem a andar...

    Bjos e Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho medo da entrevista sim... pois fiquei muito tempo sem trabalhar, então qualquer ponto é benvindo.
      Mas acho que o mais importante é pensar em estudar para chegar lá com o melhor nível possível, mas a vontade e empolgação foram só diminuindo...

      Quem disse que seria fácil,né?

      bisous!

      Excluir
  2. Olá!

    Eu também estou tendo apenas uma aula por semana na Aliança e realmente, só com isso fica difícil progredir no idioma... Minha sorte é que eu gosto muito de filmes/mídia/cinema francófonos, seja do Québec ou não. Daí acabo praticando no dia-a-dia. Se eu fosse depender da minha animação com o processo para praticar francês eu já não saberia nem dizer meu nome... Hehehe...

    Imagino que para a entrevista seu francês não precisa ser top, talvez conhecer o dossiê e saber o que dizer na hora certa sejam mais importantes do que ter um francês super fluente... =D

    Abraços e boa sorte na sua entrevista,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu, comprei vários livros que nem li... preciso resgatar a minha empolgação urgentemente! Mas além disso, meu problema tem sido a falta de tempo. Aí fica mais fácil ver filme e os livros tem ficado de lado, infelizmente...

      bisous e boa sorte para vc no federal, que a fila ande mais rápido!

      Excluir
    2. Ah, se você está precisando de um motivo para resgatar a sua empolgação com a leitura, em breve você terá um! A Dea (do Frozen Bird) e eu estamos tentando montar um Clube do Livro Francófono para que quem estiver na espera, como nós, possa ler e passar o livro pra frente. Ainda estamos pensando nas regras e sondando para ver se os blogueiros animariam em participar... Vamos ver se essa idéia vai pra frente.
      Beijos,
      Lidia.

      Excluir
    3. Lídia, eu vi seu post no blog e ainda nem comentei... Eu ando muito sem tempo de ler. A vida no trabalho tem sido uma correria só, por isso não conseguiria participar.
      Saudades dos tempos em que lia um livro por semana...

      um beijão e obrigada pelo convite!

      Excluir
  3. Carol, vc veio para a terrinha?! Mandei um e-mail com meus telefones. Será que vc recebeu?!

    Siga confiante, ma belle! Dará tudo certo!

    Bjos
    Nilian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nílian, recebi e acabei não ligando...

      Foi a 1a vez que fui pelo aeroporto da Zona da Mata e eu não fazia idéia que não era tão pertinho assim. Saí de casa na quinta às 9h da manhã e só cheguei em casa em JF às 21h. Estava mortinha. Aí sexta tive um casamento e sábado voltei bem cedinho.

      Mas não faltarão oportunidades! Nos encontraremos em JF ou em Ville de Québec!

      bjos

      Excluir